domingo, 24 de setembro de 2017

"Crendices e mitos" sobre o passe...

Pois é!

De volta com mais um "acredite se quiser".


Hoje trazemos à baila algumas crendices e mitos sobre passe que foram se estratificando ao longo dos anos nas casa Espíritas e, por mais que se fale e se explique, ainda tem gente por aí que insiste na irracionalidade de certos conceitos.

Esquecem-se que a Doutrina Espírita tem como pressuposto a análise crítica de tudo que lhe caia nas mãos!

Vamos lá:

Todos devemos tomar passe depois da reunião: Crendice, mito! O passe é para aquele que sente a necessidade, que está descompensado fluidicamente. A única diferença é quanto ao tratamento pelo passe magnético, que deve ser metódico, continuado, sem quebras da sequência (o assunto demandaria maiores esclarecimentos, que não cabem aqui. Deixemos para outra oportunidade);

Se não tomar o passe, vai ter consequências: Crendice, mito! Quer dizer que eu tenho de tomar o passe na base da ameaça?

Espalmar as mãos para tomar o passe: Crendice, mito! Os fluidos não entram pelas palmas das mãos, mas pelos centros de força do corpo espiritual. Então, quando for tomar o passe não precisa ter tal atitude.

O pior pé que tem gente que ainda orienta e diz que são os Espíritos que dão tal orientação! É de doer!

Tirar o lenço, o chapéu, o relógio na hora do passe: Crendice, mito! Com relação ao lenço e ao chapéu, dizem que o fluido não entra!!! Isso mesmo! O fluido não entraria na pessoa porque o lenço ou chapéu impediriam! Santa ignorância, Batman!

Quanto ao relógio, sinceramente não sei de onde tiraram essa história!

Reserva de passe: Crendice, mito: Ah, e tomo passe sem precisar pra guardar de reserva os fluidos! Não existe equívoco maior nessa afirmativa!

Só pra saber, existem três tipos de passes:

  1. espiritual;
  2. magnético e
  3. misto


PASSE ESPIRITUAL: aquele no qual os Espíritos transmitem os fluidos ao paciente com o sem passista. Com o passista, os fluidos são transmitidos pelo seu organismo e atingem o paciente. Repito:o passe totalmente espiritual dispensa o passista!

PASSE MAGNÉTICO: aquele no qual o passista (Kardec usa o termo magnetizador) aplica seus fluidos ao paciente e requer sequência e método, quando em tratamento, existindo técnicas na sua aplicação (transversal, longitudinal, perpendicular, etc.).
PASSE MISTO: o próprio nome já diz, eis que são utilizados os fluidos espiritual e magnéticos. É bem raro que isto não ocorra, dai porque afirma anteriormente que o passe totalmente espiritual dispensaria o passista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...